O meu dilema capilar.

Tenho uma relação especial com o meu cabelo desde que me recordo. Em pequena este era preto, todo espetado. Em criança era liso com o fatídico corte à tigela e de franja em modo cortina. Na minha pré-puberdade começou a ficar cada vez mais ondulado e claro. Fiquei com uma tonalidade de castanho-claro, praticamente louro nas pontas. Depois foi o acordar da juba com o esplendor dos caracóis e do volume. Muito volume! Eu era a Hermione em pessoa! Não sabia cuidar dele na época, pelo que vivia em rabos de cavalo, em espumas definidoras e em gel. Hoje tenho um maior conhecimento de como o domar, mas o tempo é escasso. Optei pelo conforto do alisamento. Encontrei ao acaso o cabeleireiro ao qual sou fiel há 5 anos e desde então que opto por o manter liso.
Descobri o mundo da cor e fartei-me de brincar com os tons de castanho, principalmente o de chocolate, com os avermelhados, até que num daqueles dias de tensão menstrual, em que "desejamos mudar", arrisquei no preto. Faz agora um ano e meio desde que o pintei de preto e não consigo sair desta cor. Nem sequer tentei para ser franca, visto que me apaixonei pelo brilho do preto azulado (...)!
No entanto, há dias em que tenho considerado a hipótese de voltar aos castanhos, mas simplesmente não consigo sequer imaginar-me com outra cor, porque cometo o erro de a associar aos melhores momentos da minha vida. Vai daí considerei até a hipótese de iniciar o processo de o deixar ao natural - fase que me recorda a inocência de menina, sendo que a transição é a grande dificuldade. Nem é peixe nem é carne! Já pensei também em o tingir de uma cor completamente diferente, eis como fazer uma franja ao estilo de Camila Cabello (...). Ainda para mais, o Pinterest não tem sido uma boa ajuda nestes meus devaneios de mulher indecisa, coisa que raramente me acode. Mas está difícil de tomar uma decisão. Preto, castanho, liso, encaracolado? Algo me diz que devo é ficar quieta!
IMG_3696  Long Brunette Hair on @liliyakay who wears her Dark Brown #LuxyHairExtensions for that amazing length! <3
Mas mulher que é mulher, não consegue. Especialmente se for vaidosa e não tiver medo de inventar. 😂
Entretanto, após escrever estas quantas linhas em jeito de drama, já fui ao cabeleireiro de que vos falava momentos antes, e sucedeu-se todo um cenário de fazer chorar as pedras da calçada.
Alisei o cabelo. Até aí tudo bem. Já se tornou um vício pela sua praticabilidade. Nos primeiros tempos pareço um pinto todo encharcado ou lambido, mas depressa ganho algum volume na raíz. Acontece que tendo a base do meu cabelo de preto, com tons azulados, o alisamento aclarou-o para a cor de laranja. O habitual é aclarar dois tons. Contudo, ficou metade preto e a outra metade laranja! (Podem rir-se à vontade! Eu também me ri! Se vissem a cara do cabeleireiro, que só me dizia com o seu sotaque brasileiro: "Querida, acho que vai ter que pintar mesmo, não!?" - pensando, certamente, que eu poderia ser maluca o suficiente para não o fazer e estragar a sua reputação!). Seria engraçado sair à rua assim, mas não foi desta. Vi-me obrigada, pela primeira vez, a pintar o cabelo com um profissional. Carissímo, mas foi a excepção. Saí, para minha grande tristeza, do preto e estou agora assim. Uma mistura de castanho escuro com algumas madeixas pretas e reflexos avermelhados.
  Para piorar um pouco, decidi recriar a tal franja para "emoldurar o rosto", assim pensei eu durante dois minutos. Nos outros dois que se seguiram já eu estava com a tesoura na mão e záas!. Um pouco curta demais para o efeito esperado, mas por aqui estamos com um visual renovado. Não era mudar que se pretendia? Parece-me que o objetivo foi conseguido! A bem ou a mal... É que isto de ser autodidacta tem os seus azares, mas também se torna extremamente divertido arriscar e brincar com a nossa imagem. Tudo se compõe! Resta-me agora ter paciência para que o meu cabelo continue a crescer saudável e me torne uma verdadeira pocahontas, bem ao género da foto.

2 comentários:

  1. Tens um cabelo lindo! Eu gosto de fazer uma mudança progressiva, não mudar radicalmente. Desde há uns anos, que fui aclarando aos poucos. Tinha o cabelo castanho escuro, com tons mais claros nas pontas. Agora tenho contrastes de cor dourados por todo o cabelo. Acho que me fica bastante bem... Estou contente :)

    O cabelo é super importante na imagem, sem dúvida!

    Beijinho,
    https://anaritaferreira83.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Por aqui a Cláudia é mais certinha com as escolhas de cabelo, e mantem-se fiel à sua cor natural. A Tatiana gosta de arriscar e pode dizer que já teve o cabelo de todas as cores possíveis e imaginárias :)

    Experiementa a aplicação Style my hair, talvez de dê uma ajudinha !

    Beijinhos*

    Sorrir e Sonhar por Mais Blog | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar