Ministério do Tempo, a série portuguesa do momento.

Ministério do Tempo é a única série que acompanho actualmente. Gosto de apoiar projectos portugueses que primem pela qualidade.
Resultado de imagem para ministério do tempo
Ministério do Tempo é uma série portuguesa que retrata diferentes episódios da história de Portugal. O ministério é gerido no ano de 2016, a actualidade, e tem como colaboradores diferentes personagens históricas, tais como Camões, Fernando Pessoa, entre outros... A todos eles é lhes permitido viajar no tempo através de portas que funcionam como portais para uma outra época totalmente diferente. 
  O Ministério funciona em segredo e tem como principal objetivo conservar o natural percurso da História, pelo que as suas diversas equipas resolvem alguns eventuais "acidentes", como por exemplo o Camões embarcar numa das caravelas que naufraga e não alcança a Índia. O enredo desenvolve-se em torno das aventuras da equipa constituída por Afonso, um soldado do século XVI, Amélia, a primeira mulher portuguesa a frequentar a universidade em Portugal (embora muitos dos seus factos sejam na série pura ficção), e Tiago, um médico do presente que se viu viúvo. Cada um recorre a este segredo de viajar no tempo para revisitar partes do seu passado/futuro, a medo de serem descobertos pelos seus superiores, tornando-se grandes cúmplices entre si.

Esta Série, que estreou no início do ano, conquistou-me e os motivos são simples. Ora atenta no porquê...

  1. É portuguesa, ainda que tenha origem espanhola. Aliás, a série original foi comprada pela NetFlix recentemente;
  2. A qualidade, para o investimento realizado em tais produções, é superior ao habitual;
  3. Aborda temáticas de grande interesse lúdico, de forma cativante. É uma excelente via de transmissão de conhecimento aos mais jovens. A História pode ser divertida de se estudar! Sempre adorei conhecer um pouco mais das nossas origens e no período do ensino médio era uma das minhas disciplinas favoritas. Posso gabar-me de em todos os testes ter tirado 100% (... já não sei se alcançaria tal feito no secundário em humanidades), para além de devorar colecções inteiras de livros sobre episódios históricos. Cheguei, inclusive, a imitar o professor Hermano Saraiva nas oficinas de Teatro da escola. Sim, eu era uma autêntica nerd!
  4. Quem não gosta de um pouco de romance misturado com drama e uma pitada de suspense? Eu cá gosto! E não me digam que tal é coisa de mulheres, que eu arregaço as mangas e crio-vos aqui uma cena digna de investigação criminal. Ahah!
  5. A actriz Mariana Monteiro é uma das grandes revelações nos últimos anos. Tem vindo a participar em projectos do género, como por exemplo Mulheres de Abril, afastando-se dos habituais papéis de protagonista de novelas. Aplaudo o seu progresso!
  6. A personagem do Tiago, interpretada por Sisley Dias, é simplesmente adorável pelo seu carisma. Foram várias as piadas geniais que os argumentistas introduziram e que dão uma grande leveza à série.
  7. Há uma cena, num dos episódios, em que a personagem da secretária do Ministério, Carla Andrino, ao receber uma chamada do seu superior no ano presente, coloca a questão se o caroço que sente na mama teve um desfecho positivo, ao qual este responde no sentido de lhe atribuir esperanças. Um detalhe que achei mais uma vez adorável. Vi a atriz durante o seu internamento no IPO, no decurso do meu estágio em Cirurgia, e fiquei encantada com o seu mecanismo de coping. Na altura, tinha que manter o sigilo. Posso agora afirmar que tal como entrou, de saltos altos e de maquilhagem no ponto, saiu. Com um sorriso gigante para todos os enfermeiros e restantes elementos da equipa. 
Do que estão à espera para hoje assistirem a mais um episódio? Todas as Segundas-feiras na RTP depois do Telejornal.
Podem ver os anteriores episódios online no RTP play. E verão que vão torcer para que surjam novas temporadas!

Sem comentários:

Enviar um comentário